Você sabe o que é Andropausa?

Você sabe o que é Andropausa?

Você certamente já ouviu falar de menopausa… Mas de andropausa, você sabe o que é ??

O termo andropausa, ou, mais apropriadamente, deficiência androgênica no envelhecimento masculino (DAEM), assim como menopausa, implica um estado de deficiência hormonal secundária a uma falência gonadal.

A redução progressivo da produção androgênica (testosterona)  é   encontrado em pelo menos 20% dos homens com idade entre 60 e 70 anos. Na verdade, os níveis de testosterona começam a cair a partir dos 30 anos, declinando em média 1% ao ano.  Determinados hábitos de vida, como obesidade e o stress psicogênico são alguns dos fatores contribuintes para  a ocorrência mais precoce da andropausa, em torno dos 50 anos.

A causa deste declínio da testosterona é multifatorial e envolve alterações testiculares primárias, disfunção da regulação neuroendócrina das gonadotropinas, elevação das concentrações séricas de globulina ligadora de hormônios sexuais e redução da sensibilidade dos receptores androgênicos.

Em contraste com a menopausa, o processo da andropausa, ou DAEM, é, mais comumente, caracterizado por um início insidioso e uma progressão muito lenta.

Geralmente uma correlação, ainda que não forte, existe entre esses sintomas e os níveis de testosterona. A diminuição de níveis de testosterona é só um dos fatores responsáveis pelo pelos sintomas do envelhecimento que tem origem multifatorial.

E quais os principais sinais e sintomas envolvidos ??

  1. características facilmente reconhecidas de diminuição do desejo sexual e qualidade da ereção. A redução do libido geralmente é o sintoma mais específico e precoce
  2. mudanças no humor, com diminuição concomitante na atividade intelectual, habilidade de orientação espacial, fadiga, depressão e irritabilidade;
  3. diminuição da massa muscular corporal, com a associação da diminuição do volume muscular e força;
  4. redução dos pêlos corporais e alterações na pele;
  5. diminuição na densidade mineral óssea, resultando em osteoporose;
  6. aumento da gordura visceral e sintomas vasomotores

O diagnóstico e baseado nos sintomas, nível sérico matinal de testosterona abaixo do valor mínimo de referencia de jovens adultos e questionários de rastreio.

O tratamento com a terapia de reposição hormonal é recomendado, mas antes do inicio é preciso uma avaliação cuidadosa com seu endocrinologista.  Alguns exames devem ser feitos antes, assim como a exclusão de câncer de próstata e  apneia do sono, que são condições que contra indicam a terapia.

Deixe uma resposta

Fechar Menu