Diabetes e osteoporose

Diabetes e osteoporose

A prevalência do Diabetes Mellitus tipo2 (DM2) esta aumentado cada vez mais. De acordo com a Organização Mundial de Saúde aproximadamente 422 milhões de pessoas são afetadas por essa doença.

Assim como a osteoporose, o risco de DM2 aumenta com a idade. Com o aumento gradativo da expectativa de vida da população as incidências dessas duas doenças irão aumentar.

Curiosamente, existe uma complexa interação fisiopatológica entre eles: o DM2 afeta o metabolismo e a força dos ossos; certos medicamentos utilizados no tratamento do diabetes afetam o metabolismo ósseo; e há uma associação entre complicações diabéticas e risco para quedas com possíveis fraturas.

Diversos estudos tem demonstrado que o risco de fraturas é maior em pacientes com DM2, sendo maior em pacientes com pior controle glicêmico, maior duração de doença e na presença de complicações do diabetes.

Ambas as doenças são afetadas pelo envelhecimento e pelas mudanças no estilo de vida e podem coexistir, especialmente nos idosos.

Mudanças no estilo de vida com exercício físico, reeducação alimentar são os pilares do tratamento do DM2  e  da osteoporose coexistente. Perda de peso modesta, ingestão adequada de cálcio e vitamina D , a ingestão limitada de álcool e sódio são uma terapia de nutrição médica ideal para ambas as entidades.

A cessação do tabagismo é muito importante para esses pacientes e tal aconselhamento devem ser um componente rotineiro da diabetes e osteoporose.

Quer saber mais ? Estou à disposição para solucionar suas dúvidas.

Fonte: The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, Endocrine Society

Deixe uma resposta

Fechar Menu